IRPF 2020

Todos os anos, brasileiros de todas as idades têm que acertar as contas com o leão. No período entre Abril e Março, a Receita Federal do Brasil abre o prazo para a entrega das declarações do IRPF 2020. A declaração do Imposto de Renda é obrigatória para brasileiros com renda acima e R$ 22.847,76 ao ano, além de outros requisitos. Portanto, para esclarecer as suas dúvidas, vamos esmiuçar tudo sobre o IRPF 2020 no texto abaixo. Acompanhe.

A declaração do Imposto de Renda 2020 deve ser elaborada anualmente e com entrega obrigatória. Por isso, é muito importante, que você se organize todo o ano para poder realizar o preenchimento correto e evite problemas e atrasos.

IRPF 2020
IRPF 2020

Declaração Imposto de Renda 2020

O Imposto de Renda 2020 é descontado mensalmente do trabalhador, do seu salário e outros rendimentos. Já a declaração deve ser enviada uma vez por ano pelo cidadão, entre o dia 2 de março e  abril 28 de abril, para comprovar que o trabalhador pagou a Receita Federal os valores que devia.

A declaração é realizada utilizando os dados do ano anterior, o trabalhador deve informar no ano de 2020 os ganhos e gastos que teve no ano de 2019.

Declaração Imposto de Renda 2020
Declaração Imposto de Renda 2020

Quem deve fazer a declaração do Imposto de Renda 2020

É obrigado a declarar o imposto de renda 2020 as seguintes pessoas:

  • Quem teve rendimentos tributáveis (como salário) que, somados, passaram de R$ 28.559,70 em 2019;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte (como de poupança) de mais de R$ 40 mil;
  • Quem tem bens, como por exemplo casa acima de R$ 300 mil ou teve receita de mais de R$ 142.798,50 em atividade rural também;
  • Quem possui investimentos na bolsa de valores.

Consulta Restituição IRPF 2020

Caso você possua direito a restituição, é possível que você realize a consulta em que o pagamento da restituição será efetuado em sua conta bancária através do site da Receita Federal, para realizar a consulta siga o passo a passo a seguir:

  • Primeiramente acesse o site da Receita Federal;
  • Informe o número do seu CPF;
  • Determine o período da restituição;
  • Preencha sua data de nascimento;
  • Digite o código desejado de caracteres da imagem;
  • E finalmente, clique em “consultar”.

Se a sua restituição ainda não foi divulgada, você poderá consulta-la através do calendário completo da restituição do imposto de renda 2020, basta acessar o portal da Receita Federal.


Restituição Imposto de Renda 2020

Caso a Receita Federal observe que o contribuinte pagou mais do que o devido (através do IRRF ou de deduções, por exemplo) este terá direito de receber a restituição do Imposto de renda 2020.

Caso a declaração não possua quaisquer problemas, a restituição do IRPF 2020 será paga pela Receita Federal até o mês de dezembro do ano vigente.

Restituição do Imposto de Renda 2020
Restituição do Imposto de Renda 2020

Se você não sabe se terá direito a restituição, basta acessar a lista que o Governo Federal divulga no site da Receita Federal e conferir. Acesse http://idg.receita.fazenda.gov.br/.


Como fazer a declaração do IRPF 2020

Para fazer a declaração do Imposto de Renda 2020 pelo computador você deve baixar um programa desenvolvimento pela Receita Federal. Este programa é totalmente gratuito e pode ser encontrado no site do órgão.

O software foi desenvolvido para todos os tipos de públicos, desde os mais experientes até mais leigos. Ele é totalmente intuitivo e sinalizado, portanto dificilmente você se perderá durante o processo.

Para que consiga fazer a declaração do IRPF 2020 é preciso que esteja portando algumas informações essenciais, como doações efetuadas, recibos de pagamentos, documentos de bens e direitos, renda variável, dívidas e ônus, e também alguns dados essenciais, como nome completo, dado de conta bancária e também a sequência numérica do Cadastro de Pessoa Física (CPF), entre outras informações.

Como fazer a declaração do IRPF 2020
Como fazer a declaração do IRPF 2020

Você também pode fazer sua declaração do imposto de renda pelo celular. Para facilitar e aumentar a quantidade de declarações, a Receita Federal desenvolveu um aplicativo totalmente facilitado para confecção e envio do Imposto de Renda 2020. O aplicativo está disponível tanto para celulares com sistema operacional Android, do Google, quanto para iOS, da Apple.

É importante que fique bem ligado aos prazos fornecidos pela Receita Federal. Assim que anuncia a abertura da temporada de envio, eles também informam a data limite para encaminhar sua declaração.


Como enviar a declaração do IRPF

Para fazer o envio da sua declaração do IRPF 2020, é preciso que faça o download de outro programa. Este foi arquitetado unicamente e exclusivamente para o envio deste documento. O software também está disponível no site da Receita Federal, de forma gratuita. Além disso, possui um pequeno tamanho, portanto, não ocupará muito espaço na memória de seu computador.


Imposto de Renda Pessoa Física

A pessoa física é uma pessoa “qualquer”, com certidão de nascimento e CPF (Cadastro de Pessoa Física).

O imposto da pessoa física é cobrado pelo o IRRF 2020, sendo o valor descontado da folha de pagamento do contribuinte. Ou também pode ser cobrado pela DIRP 2020, nesse caso, o imposto será cobrado sobre os valores de renda que o trabalhador recebe anualmente.


Imposto de Renda Pessoa Jurídica

A pessoa jurídica é classificada como uma empresa, criada com uma finalidade específica, podendo ser considerada como um órgão do governo, igrejas, partidos políticos, entre outros. Ao invés de CPF, uma pessoa jurídica possui CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica).

A cobrança do Imposto de Renda pessoa Jurídica é realizada através dos rendimentos de cada mês da empresa.

Um ponto importante que devemos enfatizar é que os rendimentos da empresa e da pessoa física (dono do negócio), não são os mesmos. A tributação dos impostos desses devem ser cobrados de maneira separada.


Quem precisa declarar o IRPF?

São obrigadas a realizar a declaração de ajuste anual do IRPF 2020 toda as pessoas que se enquadrarem em qualquer uma das seguintes condições:

  • Todas as pessoas físicas com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91 em 2019;
  • Qualquer pessoa física que tenha operado com bolsa de valores e mercados futuros, ou que tenha obtido ganho de capital com alienação de bens;
  • Novos residentes do Brasil;
  • Quem teve em 2019 receita bruta de atividade rural superior a R$ 140.619,55;
  • Quem optou pelo regime de compensação de prejuízos de atividade rural de anos anteriores.

Veja também:


Isenção do IRPF  2020

Embora seja de caráter obrigatório, existem algumas categorias que podem solicitar a isenção do IRPF. As pessoas que devem ser isentas do IRPF devem possui uma renda de aposentadoria e reformas, não ter excedido o valor máximo de renda bruta para declaração ou também ser portador de algumas doenças gravíssimas.

Veja quem tem direito à restituição do Imposto de renda clicando aqui.

As doenças graves que podem lhe isentar do IRPF são:

  • Alienação mental;
  • Cegueira;
  • Cardiopatia grave;
  • AIDS (Síndrome da Imunodeficiências Adquirida);
  • Doença de Parkison;
  • Contaminação por radiação;
  • Doença de Paget em estado avançado (Ostéite Deformante);
  • Nefropatia grave;
  • Hanseníase;
  • Esclerose múltipla;
  • Fibrose cística (mucoviscidose);
  • Espondiloartrose anquilosante;
  • Tuberculose ativa;
  • Neoplasia maligna;
  • Paralisia irreversível e incapacitante;
  • Entre outras.

Tabela do Imposto de Renda 2020

Para calcular quanto o trabalhador deveria ter pago de imposto de renda, a Receita Federal soma os rendimentos que ele teve e desconta uma parte de seus gastos, realizando as chamadas “deduções”. Esse cálculo é realizado de acordo com a tabela do imposto de renda de cada ano, que determina a porcentagem calculada em relação a faixa salarial. Confira abaixo a tabela do imposto de renda 2020:

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 22.847,76
De 22.847,77 até 33.919,80 7,5 1.713,58
De 33.919,81 até 45.012,60 15 4.257,57
De 45.012,61 até 55.976,16 22,5 7.633,51
Acima de 55.976,16 27,5 10.432,32

Você também pode consultar a tabela do Imposto e Renda 2020 de aliquotas mensais. Através dela, o contribuinte pode acompanhar os descontos mensais do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF).

Base de cálculo (R$) Alíquota (%) Parcela a deduzir do IRPF (R$)
Até 1.903,98
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,5 636,13
Acima de 4.664,68 27,5 869,36

Você sabia que empresas podem abater valores do IRPJ 2020 através da doação a projetos culturais?


Como declarar o Imposto de Renda 2020

Para declarar o imposto de renda é preciso realizar o download do programa.

A declaração pode ser realizada tanto pelo computador, (pelas versões PC, MAC e Linux), quanto pelo celular (pelas versões Android e iOS).


Malha Fina do Imposto de Renda 2020

Quando você for realizar a declaração do imposto de renda, caso preencha informações incorretas, ou haja informações diferentes dos dados disponíveis pela Receita Federal, a sua declaração poderá cair na Malha Fina do imposto de renda 2020.

A malha fina serve para conferir incorreções no preenchimento da declaração ou tentativas de sonegações do imposto de renda. Sendo um processo demorado e burocrático, caso você caia na malha fina deverá pagar multas e terá muita dor de cabeça para resolver esse problema.

Se você cidadão perceber que enviou a sua declaração com algum erro, é obrigatório que você imediatamente envie à Receita Federal a retificação do imposto de renda 2020.

Caso você deseja saber se caiu na malha fina existem dois processos que você contribuinte pode realizar, confira as opções a seguir:

  • Realizar uma ligação para a central de atendimento da Receita Federal, através do número 146;
  • Realize a consulta da restituição do imposto de renda pelo sistema, caso ela conste lá, significa que você não está na malha fina, mas se você for informado que existem pendências em sua declaração, procure algum profissional que lhe informe melhor sobre isso e que possa regularizar sua situação.

Está com alguma dúvida sobre o IRPF? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 3,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta