Imposto de Renda 2020

O imposto de renda 2020 é uma declaração que preocupa boa parte da população brasileira e é um considerado um dos tributos mais importantes que existem. Isto porque, devido à várias regras, ele torna-se um pouco embaraçoso na cabeça das pessoas que não possui um conhecimento tão aprofundado sobre este documento da Receita Federal. Portanto, caso seja um desses, preparamos este artigo completo abordando sobre o imposto de renda. Leia o artigo abaixo para sanar todas as suas dúvidas.

Imposto de Renda 2020
Imposto de Renda 2020

Imposto de Renda 2020

O imposto de renda é um documento obrigatório à todos os brasileiros. Ele é solicitado de forma anual pela Receita Federal, órgão pertencente ao Ministério da Fazenda, do Governo Federal. Os valores arrecadados no imposto de renda são repassados à Receita Federal, que, futuramente, direciona para o Governo Federal.

Embora seja de caráter obrigatório, existem algumas pessoas que são totalmente isentas do IRPF 2020. Especificamente, estas pessoas não devem ter uma renda muito elevada ou ser portador de alguma doença. Ou seja, são totalmente isentas de fazer a sua declaração de imposto de renda.

Declaração Imposto de Renda 2020

A Receita Federal é o órgão que administra todo o processo do imposto de renda, até mesmo a fiscalização sobre as possíveis irregularidades.

Nos meses de março e abril de cada ano, todos os brasileiros devem enviar a Receita Federal a declaração do imposto de renda, que é um documento onde devem estar descritos todos os gastos, ganhos ou rendimentos que o cidadão obteve durante o ano base, essa declaração serve como comprovação que tudo surgiu de forma legal.

Quem deve declarar o Imposto de Renda 2020

A Receita Federal brasileira exige a declaração do Imposto de renda em diversas situações, mesmo que o cidadão não precise necessariamente pagar o imposto. Esse controle da Receita Federal é rígido para evitar que ocorra a sonegação do imposto de renda. Confira abaixo quem deve declarar o imposto de renda – Só é necessário se enquadrar em 1 dos requisitos para ser obrigado a declarar:

Fique por dentro: saiba quem deve declarar o Imposto de renda 2020.

  • Pessoa física residente no Brasil com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91 ao longo de 2019;
  • Contribuintes que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte superiores a R$ 40.000,00 no ano passado;
  • Qualquer pessoa que tenha tido ganho de capital ou realizou operações na Bolsa de Valores, mercados futuros, alienação de bens, etc;
  • Quem teve propriedades e bens de direitos em 2019 com valores superiores a R$ 300.000,00
  • Qualquer contribuinte que passou à condição de residente no Brasil durante 2019, e permaneceu até o final do ano;
  • Quem teve receita bruta de atividade rural em 2019 igual ou superior a R$ 140.619,55;
  • Quem quer compensar prejuízos da atividade rural com a Receita de anos anteriores.

Confira as datas de pagamento da restituição do Imposto de renda 2020 e paneje-se para receber o seu valor.

Como fazer declaração do imposto de renda

Assim que a Receita Federal liberar a confecção do imposto de renda, você pode fazê-la por meio de duas maneiras: computador ou também pelo aparelho celular.

  • No celular, é preciso que baixe o aplicativo do Imposto de Renda, da Receita Federal. O aplicativo está disponível tanto para aparelhos com sistema operacional Android, do Google, ou também iOS, da Apple. O aplicativo é bem fácil e totalmente intuitivo, portanto você não deve ter dificuldade em manuseá-lo. Sem falar que as formas de preenchimento das informações são totalmente práticas.
  • Já no computador, você deve fazer o download de dois programas desenvolvimentos para a Declaração do Imposto de Renda: um é para fazer a declaração o outro é para enviar o documento.

Para confeccionar a declaração do imposto de renda é necessário que tenha algumas informações, como a renda variável, dívidas e ônus, documentos de bens e direitos, doações efetuadas, e recibos de pagamentos. Além destas informações, é preciso que tenha também alguns dados pessoais, como nome completo, dado da conta bancária, cadastro de pessoa física (CPF), entre outras informações.

Imposto de Renda Pessoa Física e  Pessoa Jurídica

O imposto de renda é cobrado pela Receita Federal tanto para pessoas físicas quanto para pessoas jurídicas, mesmo que essa cobrança seja realizada de maneiras diferentes uma da outra.

  • Imposto de Renda Pessoa Física: O imposto de renda para pessoas físicas pode ser cobrados de duas maneiras, sendo elas, pelo o IRRF 2020 que significa o  imposto de renda retido na fonte ou pela a DIRP 2020 (declaração de ajuste anual do imposto de renda).

O imposto de renda através do IRRF é descontado de acordo com a fola de pagamento do trabalhador, no segundo caso, através da DIRP, é cobrado todo o ano em relação a outros valores da renda do trabalhador, toda a renda que ele venha a adquirir anualmente.

  • Imposto de Renda Pessoa Jurídica: O imposto de renda para pessoas jurídicas, que são consideradas as igrejas, empresas, partidos políticos, sociedades, órgãos do governo, etc., é cobrado por meio do IRPJ 2020.

Esse imposto é cobrado apenas de empresas em relação ao seus rendimentos mensais.

Devemos levar em consideração que os rendimentos da pessoas jurídica (empresas), e dos proprietários ou sócios (donos das empresas), não são o mesmo indivíduo, ou seja, os rendimentos dos donos da empresa, não devem interferir nos rendimentos da pessoa jurídica.

Restituição do Imposto de Renda 2020

Logo após você realizar a sua declaração, a Receita Federal faz as contas e quanto mais despesas médicas, dependentes, etc., você possuir, mais descontos você receberá. A restituição é um direito que todo contribuinte tem de receber do Leão o valor da sua declaração excedente. Se você for um dos inúmeros brasileiros a receberem a restituição, você ganhará seu dinheiro com a correção da taxa Selic.

Todo final de ano, o Governo disponibiliza uma tabela com a relação e o nome de cada contribuinte que irão receber a restituição, essa mesma tabela também, é disponibilizada no site da Receita Federal.

Restituição do Imposto de Renda 2020
Restituição do Imposto de Renda 2020

Como Declarar o Imposto de Renda 2020

Para declarar o imposto de renda, o processo é bem simples de ser realizado, inicialmente você deve instalar o programa IRPF 2020

Após realizar o download do programa, você tem duas maneiras para realizar a declaração: por meio do computador, pela versão Linux, PC e MAC, e também através de dispositivos móveis, pela versão para iOS ou para Android.

Tabela do Imposto de Renda

As alíquotas do imposto de renda são divulgadas através da tabela, que é coordenada pela Receita Federal, sendo atualizada todos os anos. Como você pode observar a seguir na imagem, a porcentagem das alíquotas é realizada através da faixa salarial. Confira:

Isenção do Imposto de Renda 2020

Embora seja obrigatório, algumas pessoas são totalmente isentas do imposto de renda. Para ser isento do IRPF é preciso que não tenha uma renda muito elevado ou seja portador de alguma doença de grande gravidade, como paralisia irreversível e incapacitante, contaminada por radiação, AIDS, tuberculose ativa, doença de Parkinson, fibrose cística, entre outras.

Se você é portador de algumas das doenças citadas acima, é preciso que faça a comprovação com um atestado médico, o médico deverá gerar um laudo médico oficial da união do governo estadual ou do município. É preciso que este comprovante seja recente e ele deve ser apresentado a algum posto de atendimento da Receita Federal,  para que assim, consiga sua isenção do imposto de renda com sucesso.

Consulta Restituição IRPF

Caso você seja uma das pessoas que tem direito a restituição, basta consultar a data em que será efetuado o pagamento por meio do portal da Receita Federal, siga o passo a passo a seguir e consulte:

  • Entre no Portal da Receita Federal;
  • Complete onde se pede com seu CPF;
  • Escolha o ano da sua restituição;
  • Insira a data de seu nascimento;
  • Insira o código obrigatório de caracteres da imagem;
  • Por último clique em “consultar”.

Se a sua restituição não foi divulgada, você pode conferi-la através do calendário da restituição do imposto de renda, pelo portal da Receita Federal.

Malha Fina Imposto de Renda 2020

Se você preencher a sua declaração e forem encontrados erros ou informações divergentes com os dados disponíveis na Receita Federal, existem riscos de sua declaração cair na  malha fina do imposto de renda.

Esse processo é utilizado para que possam ser apuradas incorreções no preenchimento da declaração, ou tentativas de sonegação do imposto de renda. A malha fina é conhecida como um processo demorado, onde podem ser cobradas multa do contribuinte se for encontrado com irregularidade.

Caso alguém note que enviou alguma informação da sua declaração incorreta, é obrigatório que você envie uma retificação do imposto de renda 2020, processo que fará com que você evite muitos problemas.

Você cidadão possui duas opções para lhe informar se sua declaração imposto de renda 2020 caiu na malha fina, confira a seguir:

  • Consular a restituição do imposto de renda, quando você realizar a consulta aparecerá o seu nome ou não no sistema, se o seu nome não aparecer é sinal que você não caiu na malha fina, se não aparecer, você deve entrar em contato com um contador e se informar sobre o seu problema, e como regulariza-la.
  • Discar para o número 146, central de atendimento disponibilizada pela Receita Federal.

Está com alguma dúvida sobre o imposto de renda 2020? Diga-nos na área de comentários para que possamos solucioná-los.

Deixe uma resposta